POSTS RECENTES

novembro 11

Fundação 25 de Janeiro: 39 anos e pronta para um novo ciclo

CONTINUE LENDO
novembro 4

Copa Koar acontece no dia 06 de novembro

CONTINUE LENDO
outubro 19

Visite São Paulo apoia Sephora Beauty Run

CONTINUE LENDO

Relacionamento

10 junho 2022

Nenhum comentário

Início Imprensa

Viajante é recebido com música clássica no aeroporto de Congonhas

Viajante é recebido com música clássica no aeroporto de Congonhas

Concerto foi em comemoração aos 100 anos da Semana de Arte Moderna de 1922 e faz parte da campanha de promoção turística do estado de São Paulo.

 

Os passageiros que desembarcaram nesta sexta-feira, 10, entre 16h30 e 17h30, no Aeroporto de Congonhas, foram surpreendidos com uma apresentação do consagrado Quarteto de Cordas LUMIÈRE e Pollyana Santana (soprano), da EMESP Tom Jobim, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. O repertório incluiu Villa-Lobos (Bachianas Brasileiras n. 4 – prelúdio, Quarteto n.1 – 2º movimento, Melodia Sentimental) Tom Jobim (Chovendo na Roseira – arr. Gabriel Alvico), Jaime Ovale (Azulão) e Pixiguinha (Carinhoso).

 

As melodias clássicas tocadas em violino, viola e violoncelo, no estande promocional da divulgação de São Paulo, atraem o público para um telão que exibe a agenda cultural dos 100 anos da Semana de Arte Moderna e destinos turísticos de SP, como o Vale do Ribeira.

 

A iniciativa tem por objetivo revelar a diversidade de destinos e de atrações do estado que tem o maior mercado consumidor de viagens do país, o que oferece experiências culturais, gastronômicas, atividades de aventura, de natureza, bem-estar e negócios, entre tantas outras modalidades, todas alinhadas com a premissa da campanha de marketing “SP pra Todos”. A ação foi idealizada pela Secretaria de Turismo e Viagens do estado de SP, em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa, o Visite SP e a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR).

 

 

Programa Modernismo Hoje

 

A ação no aeroporto de Congonhas faz parte do eixo de “articulação institucional” do Programa Modernismo Hoje, iniciativa do Governo de São Paulo que celebra o Centenário da Semana de Arte Moderna de 1922. Desde julho de 2021, já foram realizadas 380 atividades nos equipamentos culturais do Estado – estão previstas 400 até dezembro. A parceria da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e a Secretaria de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo recebeu um investimento total de R$ 50 milhões e tem 4 eixos articulados: Programação cultural; Agenda Tarsila; Fomento a projetos e Articulação institucional.

 

MIS E MIS Experience

 

Dois dos destaques do programa Modernismo Hoje são as exposições ‘Portinari para todos’, no MIS Experience, a maior já feita para um dos grandes pintores da história do País, e ‘Cem Anos Modernos’, no MIS, que percorre o labirinto aberto pela Semana de Arte Moderna de 1922 e como ela está refletida na arte contemporânea.

 

Quarteto Lumiére

 

Residente na cidade de São Paulo, o Quarteto Lumière foi formado em 2019 pela iniciativa dos músicos Matheus Fernandes e Gabriel Alvico, alunos da Emesp Tom Jobim e integrantes da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo e da Orquestra Jovem Tom Jobim.

 

O grupo originalmente se iniciou com a formação de quarteto de cordas, sendo orientado pela violinista Liliana Chiriac e desde então vem desenvolvendo um trabalho focado no repertório camerístico, principalmente em compositores do período clássico e romântico.

 

O quarteto já se apresentou em eventos e gravações em parceria com a Emesp Tom Jobim em São Paulo. Em 2020 o Quarteto Lumière foi contemplado com o prêmio do edital NDC (Núcleo de Desenvolvimento de Carreira) realizado pela Escola de Música do Estado de São Paulo. Na ocasião foi interpretado o Quarteto no. 1 de Ludwig van Beethoven.

 

No ano de 2021 o pianista Carlos Vogt (Orquestra Jovem do Estado De São Paulo) se juntou ao grupo a convite dos integrantes do quarteto para desenvolver um trabalho focado no repertório para a formação de Quinteto, somando o piano ao quarteto de cordas.

 

Dentre os projetos do ano de 2021 está o concerto de premiação do edital NDC, ocasião em que o grupo se apresentará na temporada do Theatro São Pedro no mês de agosto.